Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Leandro Castán vê Vasco com 'medo de perder' e lamenta fase ruim

'Ninguém está satisfeito. Estamos inconformados com essa situação', afirma o zagueiro

Estadão Conteúdo

22 Outubro 2018 | 16h58

Depois de uma boa sequência de resultados, o Vasco voltou a decepcionar seu torcedor no sábado, ao perder para o desesperado Sport na Ilha do Retiro, por 2 a 1. O resultado impediu que o time cruzmaltino se distanciasse da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e deixou os jogadores bastante frustrados.

"A gente acaba ficando com medo de perder, de arriscar. Às vezes alguns jogadores sentem vestir uma camisa dessa, pesada. Talvez os mais experientes tenham de passar tranquilidade para os outros. Eu sei da minha responsabilidade no clube e também assumo. Não está dando certo nesses jogos. Tenho procurado falar para tirar esse peso das costas, jogar com mais tranquilidade. Nosso time tem qualidade", avaliou o zagueiro Leandro Castán nesta segunda-feira.

Eram seis partidas sem derrota no Brasileirão até o duelo com o Sport, com dois triunfos e quatro empates. O desempenho na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, na rodada anterior, havia empolgado o torcedor. E justamente quando o Vasco parecia subir de produção, veio a atuação decepcionante e a queda diante do penúltimo colocado da competição.

"Ninguém está satisfeito. Estamos inconformados com essa situação, principalmente porque havíamos feito um bom jogo contra o Cruzeiro e não conseguimos repetir esse desempenho contra o Sport. Isso nos deixou bravos. Era o jogo para a gente dar uma alavancada dentro da competição, mas não vencemos. O que posso falar para o torcedor é que vamos trabalhar ainda mais forte para tirar o Vasco dessa situação ruim. Depende apenas da gente", apontou.

Não bastasse a pressão pela proximidade da zona de rebaixamento, o Vasco terá pela frente na próxima rodada o Internacional, que briga pelo título da competição. As equipes se enfrentam sexta-feira, em São Januário. Na sequência, o time cruzmaltino faz o clássico com o Fluminense e visita o Grêmio.

"É claro que a sequência é difícil, mas o Vasco é um clube muito grande. Tenho certeza que podemos jogar de igual para igual com qualquer equipe da competição. Temos a oportunidade de demonstrar isso agora contra o Inter, uma equipe forte e que está brigando pelo título. Respeitamos o time deles, mas iremos buscar os três pontos. O torcedor só voltará a confiar na gente se tivermos mais ação dentro de campo", considerou Castán.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.