Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Leandro Damião é denunciado pelo STJD por puxão na camisa

Atacante do Santos pode ser condenado a até seis jogos de suspensão por ter tentado induzir o árbitro a marcar um pênalti

O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2014 | 19h27

Quatro dias depois de puxar a própria camisa dentro da área, o atacante Leandro Damião foi denunciado pela Procuradoria de Justiça Desportiva ao STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva). O lance ocorreu no último domingo, ainda no primeiro tempo da partida contra o Criciúma, pelo Brasileirão. O jogador santista, se condenado, pode pegar de um a seis jogos de suspensão.

Damião supostamente tentou induzir o juiz Péricles Bassols a marcar pênalti a favor do Santos. Essa, inclusive, foi a interpretação do STJD. No dia seguinte ao fato, o procurador-geral Paulo Schmidt afirmou que já havia iniciado a análise das imagens.

Após o apito final, Damião negou que puxou a camisa para enganar Bassols e ser beneficiado com a marcação de pênalti. Na ocasião, afirmou que a camisa estava  presa e ele apenas a tirou do calção.


No entanto, a Procuradoria, na denúncia, dá destaque à intenção de cavar o pênalti. "A arbitragem, atualmente, vem sendo demasiadamente criticada pelos supostos equívocos nas marcações e decisões dos árbitros em algumas partidas, críticas estas realizadas, dentre outros, pelos próprios jogadores, técnicos e dirigentes. Todavia, os próprios atletas são os primeiros a não contribuir com a arbitragem, como no caso em comento, em que o denunciado simula claramente um puxão em sua camisa, dentro da área penal adversária, com o intuito de ser marcada falta e, consequentemente, pênalti a favor de sua equipe."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCDamiãoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.