Robson Fernandes/Estadão
Robson Fernandes/Estadão

Leandro Damião nega pressão por contratação milionária

Contratação do atacante custa R$ 41 milhões ao Santos

Ciro Campos, Agência Estado

09 de janeiro de 2014 | 18h33

SANTOS - Contratação mais cara da história entre clubes do futebol brasileiro, Leandro Damião garantiu nesta quinta-feira que não sente pressão para corresponder ao valor do negócio. Vendido pelo Inter por cerca de R$ 41 milhões, o atacante disse estar pronto para vestir a camisa do Santos e ressaltou que evoluiu na carreira graças ao seu jeito simples.

"Estou tranquilo quanto a ser o mais caro. Qualquer jogador que veste a camisa do Santos sente a pressão e não é o valor do negócio que vai influenciar no meu jogo. Precisa ter tranquilidade para saber que dentro de campo você pode corresponder a todas as expectativas", disse o atacante, cuja contratação foi feita com ajuda financeira do fundo de investimentos Doyen Sports.

Criado na zona Sul de São Paulo, o jogador explicou que não se deslumbrou com a fama e o dinheiro e, por isso, não vai deixar o valor da transferência o desconcentrar e nem afetar o desempenho dentro de campo. Leandro Damião foi recebido com festa pela diretoria santista, que aposta nele também em campanhas para alavancar o programa de sócio-torcedor do clube.

O atacante de 24 anos admitiu ter feito uma temporada ruim em 2013 pelo Inter, quando sofreu com a sequência de lesões, problema que já se encarregou de tentar evitar no novo clube. "O Santos fez um projeto pra mim, na equipe medica e com os fisioterapeutas para diminuir o meu desgaste", explicou Leandro Damião.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCLeandro Damião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.