Leandro deve permanecer no Palmeiras

Diretoria trabalha para prorrogar o empréstimo com o Porto, de Portugal, ou contratá-lo de vez

Juliano Costa, Jornal da Tarde

07 de maio de 2008 | 19h41

O Palmeiras enviou, na segunda-feira, um emissário a Portugal para discutir com o Porto a situação do lateral-esquerdo Leandro. O empréstimo termina dia 30 de junho. Depois disso, ele teria de voltar a Portugal. "Mas estamos tentando a renovação do empréstimo ou a compra em definitivo. Acho que vai dar tudo certo. Até o início da semana que vem teremos novidades", disse nesta quarta-feira o gerente de futebol Toninho Cecílio, por telefone, horas depois de Leandro ter se queixado na sala de imprensa do CT sobre a indefinição de sua situação. "Quero ficar no Palmeiras, mas isso não depende de mim."Veja também: Palmeiras retorna aos treinos com reforços e caixa de areiaDesta forma, Leandro continuaria como o titular absoluto da lateral esquerda, tendo agora como reserva o recém-contratado Jefferson, de 19 anos, que jogou o Paulistão pelo Guaratinguetá e assinou contrato de quatro temporadas com a Traffic. Valmir, que chegou a ser titular com Caio Júnior, será emprestado provavelmente ao Vitória. O clube baiano também mantém boa relação com a Traffic, dona de parte dos direitos do Valmir - ele já nem treinou ontem no CT. "Alternativa é o Figueirense, que também está interessado", disse Toninho.Já o atacante Luís, que jogou o Paulistão pelo Ituano, foi repassado ao Juventude. O zagueiro Nen e o lateral Amaral também serão emprestados. A situação do centroavante Max é uma incógnita. "O Vanderlei tem gostado dele nos treinamentos. Pode ser que o Max fique", disse Toninho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.