Leandro Donizete é liberado e reforça o Atlético-MG; Robinho treina, mas não joga

Em meio a tantos problemas neste seu início de trajetória no Atlético-MG, o técnico Marcelo Oliveira ao menos pôde celebrar um reforço nesta quarta-feira. O volante Leandro Donizete foi liberado da parte final de sua suspensão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e está disponível para encarar o Grêmio nesta quinta, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

25 de maio de 2016 | 20h10

Leandro Donizete havia sido suspenso por quatro partidas por agressão ao meia Douglas justamente diante do Grêmio, ainda no Brasileirão do ano passado. O volante cumpriu dois jogos, mas o Atlético-MG conseguiu converter a segunda metade da pena para medidas sociais.

No ataque, o treino desta quarta-feira trouxe Robinho como novidade. Recuperado de uma lesão muscular na coxa esquerda, o atacante foi liberado pelo departamento médico e trabalhou normalmente com o restante do elenco, mas Marcelo Oliveira preferiu ainda não relacioná-lo para esta quinta.

Com isso, o Atlético-MG segue com muitos desfalques. São dez no total: O zagueiro Leonardo Silva, os atacantes Lucas Pratto e Luan, o lateral Mansur e os meias Dátolo e Carlos Eduardo, lesionados, o lateral Douglas Santos, o zagueiro Erazo e o meia Cazares, com suas respectivas seleções, além de Robinho.

Se os desfalques representam uma perda para a equipe, dão novas oportunidades para os jogadores que não vinham sendo titulares. É o caso de Clayton, que deve atuar nesta quinta diante do Grêmio. E o atacante prevê um confronto bastante difícil contra o time gaúcho.

"Jogo muito complicado. O Grêmio, com certeza, vai disputar o Brasileiro lá em cima na tabela e é um time que sabe jogar muito nos contra-ataques. O Marcelo está colocando o trabalho dele aos poucos, bola parada, marcação, movimentação ofensiva. Já estamos conseguindo pegar o trabalho e o grupo esta aceitando muito bem", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético-MGFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.