Leandro é absolvido pelo STJD e reforçará o São Paulo

Atacante está livre da acusação por causa de uma confusão com um gandula no jogo contra o Internacional

Alfredo Luiz Filho, Jornal da Tarde

16 de outubro de 2007 | 20h04

O atacante Leandro foi absolvido nesta terça-feira à tarde no STJD, no Rio, da denúncia por infração no artigo 250 - praticar ato desleal ou inconveniente durante a partida - contra o Internacional, no dia 30, em Porto Alegre, quando se envolveu em um entrevero com um dos gandulas que demorava a devolver a bola no Estádio Beira-Rio. "Não devia nem acontecer o julgamento. A imagem foi clara. Poderiam evitar esse desgaste desnecessário", afirmou o técnico Muricy Ramalho durante a manhã, já imaginando como seria o desfecho do caso.Com Leandro liberado para jogar, o técnico São Paulo tem um problema a menos para o fim de semana - e olha que não são poucos. O principal é encontrar uma dupla de ataque ideal para encarar o Cruzeiro, vice na classificação, no domingo à tarde, no Morumbi. Sem poder contar com Aloísio (suspenso) e Borges (machucado), Muricy torce pelo menos pela recuperação completa de Dagoberto, que voltou a correr nos campos do CT da Barra Funda.O chefe sabe que terá de se virar sem seus "pivôs". Diego Tardelli pode permanecer como titular, ao lado de Dagoberto, com Leandro fazendo as vezes de meia. Na reserva, Muricy recorreria novamente ao garoto Thiago, que já jogou contra o Fluminense.Outro que ainda depende de tratamento médico é Rogério Ceni, que mais uma vez passou o dia enfurnado no Reffis para cuidar da lesão na panturrilha da perna direita. Já o meia Souza treinou normalmente e é presença assegurada contra os mineiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.