Leandro Guerreiro prevê jogo truncado para o Cruzeiro

O volante Leandro Guerreiro avaliou nesta quarta-feira que Cruzeiro e Internacional devem fazer um duelo truncado neste sábado, em Varginha, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para ele, as dimensões reduzidas do gramado do Estádio Melão e o estilo de jogo dos dois times devem deixar o duelo muito disputado no meio-de-campo. Mais importante, ressaltou o jogador, será o time mineiro conquistar a vitória.

AE, Agência Estado

26 de setembro de 2012 | 16h09

"Acho que dá para esperar até um jogo feio, pois o campo é apertado, o gramado está bem, mas não está em excelentes condições. A bola quica bastante. E o Internacional gosta de jogo assim, pegado, truncado, de lançamentos, de muita disputa no meio-campo. E acho que vai ser assim. Esperamos igualar a pegada do futebol do Sul. Se igualarmos isso, se marcarmos bem, acho que sairemos na frente. E o nosso objetivo é esse, fazer uma grande marcação, chegar ao ataque, conseguir fazer os gols, para dar alegrias ao nosso Torcedor e para nós também", disse.

Leandro Guerreiro aposta em um Cruzeiro mais forte com o seu retorno e o do também volante Everton. Ambos cumpriram suspensão automática no último domingo, quando o time mineiro foi derrotado pelo São Paulo por 1 a 0. Sem vencer há cinco rodadas, o Cruzeiro está em nono lugar no Campeonato Brasileiro e tentará reagir diante do Inter.

"Pretendo conseguir a vitória. É isso que a gente almeja, é isso que a gente quer. A gente sabe que não está vivendo um momento legal, um momento bom. Espero trazer sorte para a equipe nessa volta. O Everton também volta para nos ajudar. Sabemos que temos vários jogadores de fora, mas a gente vai entrar com força total para conseguir um embalo na competição e buscar os nossos objetivos ainda", afirmou Leandro Guerreiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.