Leandro Machado quer fazer logo um gol

Leandro Machado joga neste domingo sua segunda partida com a camisa do Santos e não quer repetir a sina dos últimos centroavantes que passaram pela Vila Belmiro. Alberto, Ricardo Oliveira e Robgol demoraram para marcar seu primeiro gol e chegaram a ser pressionados pelos torcedores. "Quero que meu entrosamento ocorra o mais rápido possível e que os gols não demorem a sair." No jogo contra o Paraná ele acertou uma bola no travessão e acha que, se tivesse marcado, "seria o gol da tranqüilidade, ideal para que me soltasse mais na partida e agora espero me movimentar mais ainda e vou estar tática e fisicamente melhor", disse o atacante, lembrando que estava sem jogar desde o final do ano passado. "Também o ritmo de jogo vai melhorar e tenho certeza que faremos um bom jogo." Ele vai disputar sua primeira partida na Vila Belmiro defendendo o Santos. "Vou me esforçar muito para ter ser legal e, se for possível, espero que seja com um gol, que dá a confiança para um jogador que está chegando fazer seu trabalho." Com a saída de Robgol e a contusão de Basílio, Leandro Machado não correr grandes riscos de perder a posição nas próximas partidas, até porque o técnico Emerson Leão terá de avançar algum meia se quiser substituir o atleta durante as partidas por não contar com outro atacante de ofício. Mas o treinador gostou da estréia do centroavante. "Ele apareceu bem em vários momentos na partida, tem uma técnica boa e colabora muito com os companheiros", disse Leão, que ressalvou. "Falta ainda aquilo que já sabíamos, a explosão para o arranque final, mas isso ele irá adquirindo com uma seqüência de jogos."

Agencia Estado,

23 de abril de 2004 | 18h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.