Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Leandro Pereira festeja estreia com gol e vê Palmeiras forte em casa

Atacante balançou as redes na primeira partida pelo Alviverde e espera melhorar forma física para ajudar ainda mais a equipe

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2015 | 07h01

O atacante Leandro Pereira não poderia ter estreado melhor com a camisa do Palmeiras. Além do resultado positivo, foi dele o primeiro gol da vitória por 3 a 1 sobre o Shandong Luneng, no último sábado. O jogador comemora o início em alta pelo novo clube e garante que para a sequência da temporada estará ainda melhor.

"Foi sensacional, um jogo fantástico. Estrear com um gol era tudo o que eu queria. Um atacante depende de gols, e marcar logo no primeiro jogo foi ótimo para quebrar o gelo. Espero que muitos outros possam vir”", disse o atacante, que começou o amistoso como titular e deve se manter na equipe para o amistoso contra o Red Bull, no domingo.

Apesar da empolgação, o jogador acredita que ainda muita coisa deve mudar. "“Precisamos ganhar mais entrosamento e melhorar fisicamente. Teremos alguns dias intensos de trabalho em Itu para aprimorar algumas coisas e evoluir como time”, explicou.

A estreia no Allianz Parque motivou ainda mais o atacante, que projeta uma força extra quando a equipe atuar dentro de casa. "“É um estádio de primeiro mundo, o mais bonito desses novos. Tenho certeza que, com o apoio cada vez maior da torcida, vamos conseguir grandes resultados. Vai ser nosso ponto de referência no ano”, disse o jogador, que disputou o último Brasileiro pela Chapecoense.

O elenco do Palmeiras chegou na noite de ontem em Itu, onde ficará hospedado até sexta-feira. A equipe estreia no Campeonato Paulista dia 31, contra o Grêmio Osasco Audax no Allianz Parque. Antes, também sua casa, faz um amistoso contra o Red Bull no próximo domingo, às 19h.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.