Rogério Moroti/Ag Botafogo
Rogério Moroti/Ag Botafogo

Leandro vibra com boa fase e diz: 'é especial chegar aqui por esse clube'

Atacante acredita que o fator casa será fundamental para a classificação do Botafogo no Paulistão

Felippe Scozzafave, O Estado de S. Paulo

26 de março de 2014 | 11h37

RIBEIRÃO PRETO - O atacante Leandro está no céu. Cerca de 13 anos após deixar o Botafogo-SP para fazer carreira vitoriosa no futebol, ele voltou e, assim como na primeira passagem, conseguiu conduzir o time a uma fase final de Campeonato Paulista. Em entrevista ao Estado, ele não escondeu a felicidade em defender o clube da infância e conta a preparação da equipe para o duelo com o Ituano.

"É especial chegar até aqui pelo Botafogo porque aqui eu me sinto em casa. É o clube onde eu nasci, onde eu comecei no futebol. A dificuldade de chegar longe com um clube desses é muito grande, pois outras equipes possuem condições melhores do que a nossa", disse ele, orgulhoso da classificação para as quartas de final em um grupo que contava, entre outros clubes, com o Corinthians. Para Leandro, um dos segredos para o sucesso é a organização do clube. "Não falta nada em condicoes de trabalho e financeiramente falando. A diretoria tem um papel fundamental na boa fase do time."

Para o jogo contra o Ituano, que define quem se classifica para a semifinal do Paulistão, o atacante de 33 anos quer evitar uma surpresa e acredita que a presença da torcida no estádio Santa Cruz é fundamental para o resultado positivo. "Estamos nos preparando para não sermos surpreendidos. É um jogo decisivo, mas são apenas 90 minutos para decidir e não pode haver erros. Temos que provar novamente que dentro de casa somos fortes. Temos o apoio da torcida e costumamos impor um ritmo forte de jogo, sempre para cima, buscando o gol."

Com fama de talismã nas horas decisivas, o atleta, que já fez gol em finais tanto pelo Corinthians, onde conquistou um Campeonato Paulista, um Rio-São Paulo e uma Copa do Brasil, quanto pelo Fluminense, clube em que foi campeão carioca, Leandro diz não se importar em ser o herói da classificação. "Estou exercendo uma posicao um pouco diferente, jogando pelas pontas, não tão próximo do gol. Independente de quem fizer o gol, o mais importante é a vitória", comentou o atacante, que ainda foi bicampeão Brasileiro pelo São Paulo.

FUTURO

Em relação ao futuro, Leandro, que se disse totalmente concentrado na fase decisiva do Paulistão, ainda não sabe o que fará, mas vê com bons olhos voltar para uma equipe que disputa a primeira divisão do Brasileirão. "Estou me sentindo muito bem fisicamente e tecnicamente. Vamos esperar acabar o campeonato, quanto mais longe a gente chegar, as portas vão se abrindo cada vez mais para mim e para os demais jogadores do Botafogo. Vamos deixar as coisas acontecerem", concluiu, lembrando que seu contrato vai apenas até o final do Paulistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.