Leão: 'A única certeza no domingo é que estarei no banco'

Técnico diz que depende de reunião com presidente para definir qual time o Santos terá contra a Ponte

Sanches Filho, Especial para O Estado de S. Paulo

02 de abril de 2008 | 09h34

Depois da fácil vitória sobre o San José, por 7 a 0, na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, o técnico Emerson Leão comentou sobre o próximo desafio do Santos, domingo, contra a Ponte Preta. E revelou que ainda não sabe qual time escalará na despedida do Campeonato Paulista.Veja também: Santos massacra o San José pela Copa Libertadores  Apesar dos quatro gols, Molina não sonha com artilharia Classificação  Resultados e calendárioO Santos já não tem mais chances de chegar às semifinais do Paulistão. Por isso, irá apenas cumprir tabela contra a Ponte Preta. E, depois, na semana que vem, o time santista tem jogo importante pela Libertadores, contra o Chivas, no México.Essa combinação de fatores deve levar o Santos a escalar um time reserva contra a Ponte Preta. Segundo informação divulgada pelo próprio clube nesta terça-feira, existe a possibilidade até de a delegação embarcar no sábado para o México, deixando apenas jogadores que são pouco aproveitados por Leão para fazer o último jogo do Paulistão.Leão, no entanto, não confirmou a escalação do time reserva. Ele explicou que ainda terá uma reunião com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, para decidir o que fazer. Mas prometeu profissionalismo do Santos no jogo de domingo. "Nem importa a quem vai beneficiar (uma vitória santista interessa ao Corinthians). Me importa que vai jogar para fazer o melhor papel possível", avisou o treinador.Durante a entrevista coletiva após a vitória sobre o San José, Leão também deu uma certeza sobre o jogo de domingo. "O time que vai jogar eu ainda não sei. Mas posso dizer que eu estarei lá, comandando o time do Santos contra a Ponte Preta", explicou o treinador santista. "E nós teremos um time para jogar de igual para igual." 

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCPaulistão A-1Emerson Leão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.