Leão alfineta Luxemburgo na chegada

Ao ser apresentado oficialmente como novo técnico do Cruzeiro, Emerson Leão não resistiu a dar uma alfinetada em Vanderlei Luxemburgo, que o substituiu no comando do Santos. Questionado sobre a declaração do colega quando chegou à Vila Belmiro, dizendo ter ido para a melhor equipe do Brasil, Leão foi direto: "Eu estou satisfeito aonde estou. Agora, o dia-a-dia declara quem é o melhor para um, o que é melhor para outro. Eu prefiro ser mais simples", disse o treinador, que evitou fazer comparações entre os dois times.Em seu pronunciamento inicial, na entrevista concedida na noite desta terça-feira na Toca da Raposa 2, Leão ressaltou que sempre procura manter um comportamento ético ao se transferir de clube, mas negou depois que a declaração seria também um recado para Luxemburgo. Segundo ele, não existe nenhum problema entre os dois.Leão, porém, elegeu como candidatos ao título brasileiro, ao lado do Cruzeiro, o próprio Santos e o São Paulo, que é o atual líder do Brasileiro e seu adversário de estréia no comando do time mineiro."O Santos é um problema agora distante para mim, mas acho que também não poderia deixar de falar que a sua capacidade é muito grande, coletiva e individual?, elogiou. Sobre o São Paulo, Leão lembrou que quase chegou ao título do ano passado. "Eu acho que a briga pelo título (neste ano) não será muito diferente disso." O técnico afirmou que seu objetivo inicial é manter o Cruzeiro no "pelotão de frente" do Brasilleiro. Ele procurou minimizar a iminente saída de alguns dos principais atletas do elenco, como meia Alex e o zagueiro Cris. "Infelizmente, eu sempre digo que o futebol brasileiro, mesmo que nós não estejamos desejosos de que isso aconteça, ele está à venda, não tem como segurar", afirmou. "Só que nós temos a felicidade de ter uma matéria prima que renovamos muito rapidamente. Hoje não podemos depender de um atleta."Apesar disso, e de outros problemas como a lesão do goleiro Gomes, que ficará cerca de dois meses e meio parado, ele disse que vai cobrar a "reposição" de jogadores no atual grupo. Leão admitiu manter a mesma base da equipe que vinha jogando, sem fazer grandes alterações. "Logicamente que estou iniciando um trabalho. Nós não estamos no início de uma pré-temporada no início do ano. Estamos com o campeonato já em vigor, com a equipe definida, com poucas possibilidades de modificações", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.