Leão cancela rachão e faz treino puxado

Nada do rachão tão querido pelos jogadores do Palmeiras. O técnico Leão trocou o treino descompromissado por uma sessão de 50 minutos de chutes a gol na manhã deste domingo, um dia antes do jogo contra o Atlético-MG, domingo, a partir das 16 horas, no Palestra Itália, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.Um treinamento considerado muito útil pelo atacante Ricardinho, confirmado por Leão para o lugar de Juninho Paulista, que levou o terceiro cartão amarelo. E também pelo volante Reinaldo, que fica com a vaga que era de Alceu."Para o atacante, treino de finalização é excelente, sempre ajuda muito. Chutei muitas vezes a gol no treino e, se a chance aparecer no jogo, vou ter mais possibilidade de acertar", disse Ricardinho, que tem 21 anos.Ao escalar Ricardinho ao lado de Marcinho e Pedrinho, Leão mantém a aposta em um ataque rápido, formado por jogadores leves e sem posição definida. Pior para Warley e Washington, que ficam no banco de reservas. "Ele pediu para que eu entrasse em campo e não inventasse nada, para fazer o que sei. Isso me deu muita confiança para a partida", afirmou Ricardinho. "Sempre estive entre os titulares com todos os treinadores. O Leão disse que todos os atacantes terão chance de jogar. Estou tendo a minha, outros também terão."Já a mudança de volante no meio-de-campo tem a ver com a qualidade do passe. "O Alceu marca mais e sai menos com a bola. O Reinaldo marca menos e sai mais com a bola", explicou Leão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.