Leão chega ao Atlético-MG e pede reação imediata

Técnico é apresentado oficialmente e já pega no pé do lateral Coelho, dispensado por ele no Corinthians

26 de julho de 2007 | 19h18

Contratado para salvar o Atlético Mineiro das últimas colocações no Brasileirão - ocupa a 15.ª posição com 16 pontos, dois à frente do Juventude, que está na zona de descenso -, Emerson Leão foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira e já chegou exigindo reação imediata e comprometimento dos atletas."A situação não é das melhores, temos que ter plena consciência. Mas jamais vou correr de um desafio em um lugar onde fui tão bem recebido, tivemos tão grande sucesso e deixamos saudade. Isso é o mais importante", disse o treinador, que comandou o time de Belo Horizonte pela primeira vez em 1997."O Atlético é um clube de vibração, emoção e quando me fizeram o convite não tive dúvidas em vir. Resolvemos a coisa com o Beto [Arantes, diretor de futebol] em cinco minutos, ligamos para o presidente e estou aqui", comentou Leão, que estava sem clube desde abril, quando foi demitido do Corinthians.Apesar de chegar ao clube com status de técnico de primeira linha, Leão sabe que foi a segunda opção para suprir a saída de Zetti. O presidente Ziza Valadares havia feito uma oferta para Abel Braga, que recusou para acertar com um clube do Catar. "Não acompanhei o passado. Fiquei sabendo por enquetes que o meu nome foi bem recebido. O presidente achou que não era o momento de ouvir, mas tem dia que temos de vestir roupa de inverno ou de verão. E se estou aqui hoje é porque o perfil está casando com a necessidade do momento", filosofou.No reencontro com o lateral-direito Coelho, que foi dispensado pelo treinador no Corinthians por insuficiência técnica, Leão lançou um desafio ao jogador. "O Coelho foi liberado por mim porque naquele momento ele não estava bem tecnicamente. Achei melhor ele ir mostrar sua qualidade em outra lugar. Agora ele terá que mostrar muito mais qualidade do que tem mostrado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.