Leão chega e não comenta demissão

O ex-técnico da Seleção Brasileira, Emerson Leão, desembarcou às 7 horas desta terça-feira, em Cumbica. Leão não quis dar detalhes sobre sua demissão. Enigmático, disse que sabe de muita coisa, mas como ocupou um cargo de confiança, só vai se pronunciar em entrevista coletiva, após conversar com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. "Sou como um ministro de um governo; e um ministro sabe de muita coisa", afirmou.Leão também disse que, domingo, em Ulsan, na Coréia, preparou uma lista de 22 jogadores que convocaria para o jogo contra o Uruguai, dia 1º, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. "Fiz a lista, a pedido de Ricardo Teixeira e Marco Antonio Teixeira e, para minha surpresa, Lopes me comunicou a minha demissão. Daqui para a frente não falo mais nada. Vou conversar com Ricardo Teixeira e, depois, marco uma entrevista coletiva." O ex-técnico da Seleção afirmou que as 24 horas de vôo entre o Japão e o Brasil o fizeram "pensar e ficar mais leve". "O avião ficou mais leve na hora em que eu desci", afirmou. Leão disse que vai passar alguns dias descansando, em Ribeirão Preto, sua cidade.

Agencia Estado,

12 de junho de 2001 | 08h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.