Leão cobra a vitória do Palmeiras

Emerson Leão faz questão de não esconder dos jogadores do Palmeiras o quanto o time é favorito nesta quarta-feira, às 20h30, no Palestra Itália, diante do Paysandu. ?Existe um sabor de obrigação pela vitória. Já perdemos cinco pontos que nos deixam fora dos primeiros lugares?, avisou o treinador.Leão se refere à derrota para o Brasiliense e ao empate de domingo, em São Januário, diante do Vasco. Pelo seu raciocínio, o Palmeiras pularia dos atuais 46 pontos para 51, dois a menos que o líder Corinthians.Um outro resultado que não seja a vitória frente ao Paysandu, penúltimo colocado do Brasileiro, poderá deixar o técnico mais nervoso do que o treino coletivo da manhã desta terça-feira. Acontece que o time titular errou muitos cruzamentos, finalizações e cobranças de falta. ?Foram coisas normais?, amenizou o treinador, que também preferiu tirar a pressão sobre o zagueiro Gláuber, escolhido para substituir Gamarra, que está servindo a seleção paraguaia. ?Ele tem treinado bem?, revelou Leão. Gláuber, de 22 anos, terá sua primeira oportunidade desde que Leão chegou ao Palmeiras, em julho. ?Espero ganhar a confiança do grupo?, disse o zagueiro, que jogou pela última vez em 18 de maio, na derrota, por 1 a 0, diante do São Paulo, no primeiro jogo das oitavas-de-final da Copa Libertadores. ?Depois disso, não sei o motivo, o Bonamigo (antigo treinador) não me escalou mais e perdi meu espaço?, contou o jogador, que chegou a integrar a seleção brasileira na despedida de Romário, em abril.Outra alteração na defesa será na lateral-esquerda. Michael substitui Fabiano, suspenso. Já Marcos volta a jogar no Palestra Itália após quase dois meses. O goleiro, que reassumiu a posição de titular no último domingo, atuou pela última vez em casa em 17 de julho, na derrota para o Fortaleza por 2 a 1.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2005 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.