Leão comemora o crescimento a 'conta-gotas' do Santos

Técnico santista gosta do empenho de seus jogadores, que segundo ele melhoraram no Paulistão

Agência Estado

13 de março de 2008 | 23h51

O técnico do Santos, Emerson Leão, comemorou a vitória sobre o Mirassol. Com moderação. "Estamos crescendo na competição, mas crescendo a conta-gotas, devagarinho", declarou. "Gostei de ver a vontade do time, o empenho, vejo que isto não está faltando", fez questão de elogiar. "Quando se ganha o jogo assim, pelo esforço, cumplicidade dos jogadores, eu fico feliz. E mais ainda por saber que ainda temos chance de classificação sem depender de ninguém." Veja também: Santos consegue virada na Vila e segue 'vivo' no Paulistão Classificação Calendário / Resultados O lateral-esquerdo Kleber, que voltou a jogar após um mês e meio se recuperando de lesão, também está otimista. "A esperança não morreu", repetia o jogador, que teve atuação discreta nesta quinta-feira. "Se estamos numa situação difícil, é por culpa nossa. E agora cabe a nós tentar sair dela", emendou o camisa 3. O atacante Kléber Pereira preferiu um discurso mais comedido. Com o gol de pênalti anotado, ele chegou a 9 gols no Campeonato Paulista - está a apenas um de Otacílio Neto, do Noroeste, e de Pedrão, do Barueri, artilheiros da competição. "Enquanto houver chance, temos que buscar forças para lutar", declarou. O Santos volta a jogar no domingo contra o São Caetano, fora de casa, quando terá a volta de Rodrigo Souto, que não acertou sua transferência para o Lokomotiv Moscou, da Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCEmerson LeãoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.