Leão confirma Robgol no ataque do Santos

O técnico Leão confirmou neste sábado pela manhã que Robgol será o centroavante na partida do Santos em Campinas neste domingo, contra o Guarani, pelo Campeonato Paulista. Desta forma, Lopes, que também eracotado para compor o ataque, vai para o banco e ficará como opção para ser usada durante a partida. Pereira será mesmo o zagueiro que substituirá André Luís, quecumprirá suspensão. Doni, Renato e Léo não treinaram neste sábado pela manhãpor causa de uma gripe muito forte, mas os três deverão jogar contra oGuarani. O Santos quer evitar surpresas em Campinas e vai tomardois cuidados que não tomou na partida contra o Paulista, em que foigoleado por 4 a 0. "É preciso tomar cuidado para não ser surpreendido ebuscar logo nosso gol para tranqüilizar", pregou Basílio, titularabsoluto nessa partida em que Robinho e André Luís cumprem suspensãoautomática. Com 17 pontos conquistados em oito jogos, os santistas dependem deuma vitória para conseguir a vaga para a próxima fase do Paulista.Depois do jogo contra o Guarani, o Santos ainda tem o Ituano na VilaBelmiro, quando encerra sua participação nessa etapa. Leão já avisouque seu time jogará sempre para vencer, independente da falha ocorridano regulamento da competição em que os líderes dos grupos pode se enfrentar nas semifinais.Leão tem elogiado tanto Robgol quanto Lopes. O treinador destaca a participação constante de Robgol no jogo, atraindo amarcação para si e abrindo espaço para os jogadores do meio que chegamna área para chutar a gol. Mas Lopes também tem agradado. Se movimenta muitoquando entra em campo, geralmente no segundo tempo, e mostra maiorqualidade técnica que seu companheiro. Com isso pode ganhar logo a posição. BASÍLIO - Se Leão tinha dúvida sobre quem seria o centroavante, sempre teve uma certeza: Basílio será mantido no time. O artilheiro do time nãoesconde que a boa fase o deixa animado. "Desde que cheguei, estouvivendo o melhor momento de minha carreira, pois atuou num time quesempre sonhei em atuar e hoje sou o artilheiro". Ele atribui essa fase a dois fatores principais: o trabalho quedesenvolve e a oportunidade que Leão está dando. "Tenho aproveitado bemas chances e o importante é trabalhar honestamente, pois isso favorecepara que as coisas boas aconteçam em nossas vidas". Basílio lembra que sempre chegou em meio a desconfianças nas grandesequipes em que atuou. "Mas em todos os lugares, eu venci". Os elogiosfreqüentes não mudam seu jeito humilde: "não sou só eu quem estáfazendo a diferença. É o grupo todo, que é muito bom, sabe o que quer eestá buscando suas conquistas". E agradece ao técnico Leão: "quando seganha a confiança do treinador, o atleta fica mais solto". Já na condição de um dos principais jogadores do time, Basílio achaque a vitória sobre o Barcelona de Guayaquil já pertence ao passado."Temos agora de pensar no Guarani, um adversário muito perigoso quandojoga em casa e nunca nos esquecer que se trata de uma partida de outrocampeonato, de outro tipo de jogo".

Agencia Estado,

06 de março de 2004 | 14h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.