Leão confirma saída de Paulo Almeida

Em meio às notícias da saída de vários jogadores depois da Libertadores, o técnico do Santos, Emerson Leão voltou a pedir reforços, mas descartou a possibilidade da contratação de Vágner Love pelo clube ou por um grupo de empresários. "Eu gostaria que fosse real, mas não conheço nenhum grupo que tenha esse dinheiro". Por isso, preferiu levar na brincadeira: "a última palavra que fiquei sabendo é que o grupo era o Pato Rouco e o João Gaveta". Ele se referia a dois torcedores que rondavam os clubes com um certo jeito folclórico, sendo o primeiro santista e o segundo, falecido, palmeirense. "Infelizmente, só posso levar na brincadeira, mas gostaria que fosse verdade".Sobre Paulo Almeida, Leão confirmou que o jogador deve mesmo deixar a Vila Belmiro, embora fosse intenção do clube renovar o contrato. "O Santos procurava o Paulo desde janeiro e ele dizia que não era preciso ter pressa. Agora sabemos por quê". Mas ele ressaltou que o volante está há oito anos no clube "e tem o direito de escolher alguma coisa no futebol europeu". E completou: "se tiver de ocorrer, já disse para ele: não me envergonhe, faça o melhor na Europa".

Agencia Estado,

31 de março de 2004 | 19h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.