Leão define a equipe e decreta o final das improvisações

A instabilidade mostrada pelo Corinthians neste Campeonato Paulista - são cinco vitórias e três derrotas - está deixando o técnico Emerson Leão muito preocupado. Depois de mais um revés no clássico contra o São Paulo, Leão decidiu mudar radicalmente a equipe e decretou o fim das improvisações. Em todos os treinamentos desta semana, na preparação para o jogo deste sábado contra o Paulista, em Jundiaí, o time titular foi o mesmo e sem jogadores fora de suas posições originais."Não quero mais saber de improvisações. Ainda há a dúvida do Tamandaré (contratado recentemente do Sport) na lateral direita por causa da regularização de seus documentos, mas se ele não jogar o substituto será o Edson, que é da posição", contou Leão, durante entrevista coletiva dada logo após o treino da manhã. O comandante do time descartou a permanência de Rosinei no setor. À tarde, a Federação Paulista de Futebol confirmou a regularização dos documentos do jogador.Com a defesa totalmente alterada por causa de suspensões e lesões, o técnico corintiano deu uma atenção maior ao quarteto - Marcos Tamandaré, Marcus Vinícius, Gustavo e Wellington - durante a semana e pediu mais ajuda de outros jogadores. "O time tem que ter sempre sete jogadores atrás da linha da bola quando formos atacados. Além dos quatro, os volantes e um meia de armação têm que ajudar na marcação", afirmou.Para o ataque, que terá uma nova dupla - Nilmar e Jean -, Leão espera um melhor rendimento do meia Roger. "Espero que ele tenha uma performance digna de sua capacidade, que é muito grande. Ele é muito importante para a armação das jogadas", disse.O jogador, em entrevista coletiva dada após saber das palavras do técnico, concordou e ressaltou a entrada dos novos atacantes no time. "Com o Nilmar e o Jean, as coisas melhoram para mim. Terei mais opções para as jogadas", declarou Roger. O time que entrará em campo contra o Paulista é Marcelo; Marcos Tamandaré (Edson), Marcus Vinícius, Gustavo e Wellington; Marcelo Mattos, Daniel, Roger e William; Nilmar e Jean.Atualizado às 15h45

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.