Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Leão desculpa Robinho por expulsão

Robinho lamentou nesta quinta-feira a expulsão no jogo contra o Atlético-MG, quarta-feira na Vila Belmiro, e o fato de não jogar sábado contra o Paraná. "Estou chateado por ficar de fora e não poder ajudar os companheiros", disse. Ele não vinha atravessando uma boa fase, mas na partida contra os mineiros teve uma atuação definida pelo técnico Leão como "futebol de gente grande".E essa é mais uma preocupação para o atacante: "Fui bem nessa partida, fiz minhas jogadas de sempre e parti para cima do adversário em velocidade", comentou, lamentando que poderia "ter feito um gol naquele finalzinho, mas fui expulso".O atacante contou que estava caído e, quando levantou, passou a conversar com Cicinho. "O juiz interpretou de outra maneira e nos expulsou; foi um erro dele", disse Robinho. O capitão Renato chegou na hora e perguntou ao árbitro Luciano Almeida o motivo da expulsão. "Ele me disse que não ia esperar os dois saírem no tapa, que continuaram discutindo e que, por isso, teve de dar o cartão vermelho". Renato entende que Diego e Robinho sempre são provocados pelos adversários nas partidas, na tentativa de forçar suas expulsões.O técnico Leão gostou do desempenho de Robinho no jogo contra o Atlético-MG. "Ele foi muito bem, se movimentou, puxou, trouxe a responsabilidade para ele e voltou na ser aquele garoto que nós esperávamos". E desculpou o atacante: "de tanto ver interrompido aquele espetáculo que ele faz por algumas obstruções e o árbitro não ligando, cometeu um erro dentro de sua imaturidade".Segundo Leão, quando um jogador é incompetente tecnicamente, tenta usar tudo o que sabe para tirar de campo o atleta virtuoso. "Foi isso o que aconteceu na realidade; foi um erro, mas o Robinho apresentou um futebol de gente grande".

Agencia Estado,

07 de agosto de 2003 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.