Leão escalará reforços logo na estréia

Com cinco jogadores disputando o pré-olímpico, o técnico Leão não terá muitas alternativas para escalar o Santos na estréia no Paulista, dia 21, contra o Oeste, em Itápolis. Por isso, vai colocar em campo quase todos os recém-contratados, com exceção apenas de um dos dois goleiros. Para complicar, até o banco de reservas deverá ser reduzido, já que muitos atletas foram dispensados. "Conseguimos colocar cinco jogadores titulares na seleção sub-23 e a seleção maior terminou o ano com mais um, que é o Renato. Numa equipe de onze colocar seis é muita coisa e essa alegria nós sentimos". Mas tem o outro lado, o da preocupação. "Não tiveram férias, estão jogando, vão voltar e aí teremos a readaptação, o que torna mais difícil", disse ele, resumindo: "é uma alegria de um lado e preocupação de outro". Com isso, não poderá contar com cinco de seus principais atletas para o jogo em Itápolis: Diego, Robinho, Alex. Elano e Paulo Almeida. E já avisou: "se a Federação me der folga de jogo, eles terão férias, caso contrário não terão". Amanhã o time treina pela última vez antes do embarque para Jarinu, previsto para domingo à noite. Fora do CT Rei Pelé, Leão vai montar o time para a estréia no Paulista. Ele avalia que, além da ausência dos cinco jogadores que estão na seleção, o time não contará com Fabiano, "que fez um trabalho excepcional para o Santos", e sem o goleiro Fábio Costa. "Para um time entrosado como estava o nosso, perder sete jogadores é muita coisa e, por isso, vamos fazer a semana toda um trabalho com bola em Jarinu visando o jogo contra o Oeste". Nenhum amistoso foi programado para a semana que vem e Leão acha preferível treinar. "Precisamos adaptar esses novos jogadores para substituir aqueles que estão na seleção e isso é outro aprendizado". GRUPO REDUZIDO - Com a liberação de vários jogadores que atuaram no ano passado, o grupo está reduzido atualmente e só será completado quando os atletas que estão na seleção retornarem. Até lá, fica faltando até opções para o banco e o time reserva terá se ser completado com atletas da região de Jarinu. Com base no elenco que tem nas mãos, o time mais provável para iniciar o campeonato é: Doni (Júlio Sérgio); Paulo César, André Luís, Pereira e Léo; Claiton, Renato, Preto e Jerri; Basílio e Robgol. Até o dia 21, porém, poderá chegar outro centroavante, que o clube procura há tempos, e um lateral-direito, que fará testes durante a semana.

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2004 | 17h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.