Leão exige respeito com o Goiás

Uma cópia da cópia. É o que deseja ser o técnico do Santos Emerson Leão, nesta quarta-feira, às 21h40, na Vila Belmiro, na partida contra o Goiás pelo Campeonato Brasileiro. O treinador dirige um time que entra em campo repleto de desfalques, pois dez atletas não têm condições para atuar. ?Vamos tentar copiar as duas outras equipes do Santos", disse Leão. Traduzindo, ele pretende que o Santos nesta quarta jogue igual ao Santos de uma semana atrás, que por sua vez, buscava se aproximar da equipe santista de há 30 dias - quando dispunha de todos os titulares. Primeiro, Leão ficou sem os quatro jogadores que servem a seleção brasileira Sub-23 - Alex, Paulo Almeida, Diego e Robinho. Dias depois foram suspensos por indisciplina, Fábio Costa e Fabiano. Na sequência, Leão ficou sem Daniel, expulso contra o Fluminense, Elano, suspenso por cartões, e Alexandre, machucado. A lista se completa com o atacante William, que está na seleção Sub-20. Com isso, o técnico Leão escala um time com algumas novidades. As surpresas começam no meio-de-campo, que terá Wellington, Renato, Jerri e Nenê. O ataque será composto por Júlio César e Ricardo Oliveira. Para a reserva, Leão ficará no banco com somente cinco atletas. O goleiro Mateus, mais o zagueiro Preto, o lateral-esquerdo Rubens Cardoso, o volante Sílvio e o atacante Douglas - este jogador vem de contusão, e se encontra em recuperação. O Goiás merece respeito de Leão, apesar de ocupar a última posição na tabela. ?Eles possuem o Dimba, que é o artilheiro do campeonato, além do Araújo, que é um ótimo atacante", lembra o treinador. ?As dificuldades vêm quando existe menosprezo pelo adversário." Leão ainda comentou o possível interesse da equipe espanhola do Real Betis por Ricardo Oliveira. ?Oficialmente, a diretoria não foi procurada, não existe nada de concreto." Na verdade, quem fala desse interesse, é o empresário do atleta, Hamilton Bernard. Ele (o empresário) especulou sobre consultas realizadas pelo La Coruña, também da Espanha. ?Empresário serve para criar notícias", sentenciou Leão. ?O Ricardo Oliveira tem contrato com o Santos até o fim do ano." O atacante Nenê chegou atrasado no treino da tarde desta terça-feira. Foi advertido verbalmente pois o fato se verificou pela primeira vêz. ?Na próxima, será por escrito", alertou o treinador. Renato lembra que o Goiás sempre complica a vida do Santos. Wellington faz côro. ?O Dimba é perigoso, não podemos dar espaços."

Agencia Estado,

22 de julho de 2003 | 19h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.