Leão explica ausência de laterais

Ao contrário de seu antecessor Wanderley Luxemburgo, que não falava de jogadores que não haviam sido convocados, o técnico Emerson Leão comentou hoje as ausências de Cafu e Roberto Carlos na lista de atletas relacionados para o jogo da seleção brasileira contra o Equador, dia 28 de março, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Leão disse que no caso da lateral direita pretende estudar novas alternativas. ?Trata-se de um alerta. Sempre reclamam que só temos o Cafu e ainda o criticam. Nossa intenção é multiplicar o Cafu?, disse o treinador, que chamou Belletti (São Paulo) e Anderson Lima (Grêmio) para a posição. Em relação a Roberto Carlos - que ficou de fora sendo substituído por César, do São Caetano - Leão foi taxativo. ?A escolha foi pessoal. No momento, os outros estão em melhores condições?, disse referindo-se a César e Silvinho (Arsenal).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.