Leão faz mistério em Montevidéu

O técnico Emerson Leão está cheio de dúvidas. Ele dispõe de várias alternativas para escalar o time do Santos para o difícil compromisso desta quarta-feira contra o Nacional, em Montevidéu, no Uruguai, pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores de América. Nesta segunda-feira, momentos antes do embarque, o treinador despistou o que pôde para não informar nem ao menos o provável time que entrará em campo. ?Só sei que o Renato volta." O meio-campista Renato treinou normalmente na tarde desta segunda-feira. Com o tornozelo esquerdo machucado, ele não disputou a partida contra o Flamengo. Fez tratamento no fim de semana e se recuperou. A presença de Renato diante do Nacional é certo. Mas Alexandre (muito elogiado por Leão no compromisso do Rio) pode atuar. Nesse caso, Elano ocuparia a lateral-direita. Se Leão optar por Reginal Araújo nesta posição, o meio-campo terá Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego. Aí, Alexandre seria o sacrificado. ?Tenho até a hora do jogo para decidir." Para o compromisso de quarta-feira, Leão espera ver o Santos jogando com inteligência. ?Como fizemos por duas vezes no Brasileiro." O treinador lembrou do desempenho diante do Atlético Mineiro (0 a 0) no Mineirão, e da vitória de sábado (2 a 0), no Maracanã. ?Vamos manter o nível." Ainda nesta segunda-feira, Leão destacou o desempenho de sábado. ?Esse resultado veio em um momento importante, quando algumas pessoas questionavam a qualidade do time." Para o técnico, o Santos voltou a apresentar um futebol ?simples e solidário". O que foi conseguido depois de Leão mandar um recado aos jogadores sexta-feira. ?Está na hora de correr atrás do campo perdido", alertou. ?Não, não foi para mim", respondeu Diego, nesta segunda-feira. ?Não foi?", surpreendeu-se Robinho. ?Foi pra todo mundo." 100 jogos - Diante do Nacional, Elano e o goleiro Fábio Costa completam 100 jogos com a camisa do Santos. ?Me sinto satisfeito e alegre", disse Elano. ?É gratificante, mas só compensa se tivermos um bom resultado." Sobre o Nacional, o elenco santista pouco sabe. A não ser que é o líder do Campeonato Uruguaio (sete vitórias e um empate) e que seu principal destaque, Loco Abreu, não atua, pois já jogou na mesma competição pelo Cruz Azul, do México, de onde foi dispensado. Em seu último compromisso, domingo, o Nacional derrotou o Fênix, por 3 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.