Leão isola seleção em treino secreto

O primeiro treino da seleção brasileira, que na quarta-feira enfrenta o Peru, em São Paulo, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, foi realizado na manhã desta segunda-feira em clima de mistério. O time - concentrado em um hotel fazenda na cidade de Jarinu, a cerca de 60 quilômetros de São Paulo - foi isolado pelo técnico Emerson Leão, que não permitiu o acesso de jornalistas nem de torcedores ao treinamento.O ?treino-secreto? de Leão começou por volta das 9h30 e terminou pouco mais de duas horas depois. Os jogadores realizaram corridas leves, ensaiaram chutes a gol e cobranças de pênaltis. Romário e Edílson - que podem formar a dupla de ataque titular - treinaram separados dos demais durante boa parte da manhã. Os treinos táticos devem ocorrer apenas no período da tarde.A seleção se reuniu na noite de domingo no aeroporto de Congonhas, em São Paulo e em seguida partiu de ônibus para o Interior. Leão recebeu o grupo com duas caras novas: Felipe (Palmeiras), substitui Léo (Santos), que se contundiu no sábado, e Anderson Lima (Grêmio), chamado para o lugar de Belletti (São Paulo). O são-paulino se machucou na partida de domingo, contra a Lusa, pelo Campeonato Paulista.A seleção permanece em Jarinu até a quarta-feira, horas antes da partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.