Leão já admite mudar o esquema tático

O técnico Leão pode retomar no São Paulo o esquema tático 3-5-2 por algumas partidas. Ele não confirma a mudança, mas admite que alguns atletas não estão conseguindo cumprir todas as funções táticas necessárias para a aplicação adequada do 4-4-2. O problema, segundo ele, não está acontecendo por indisciplina, mas porque o time começou a pré-temporada cinco dias antes da estréia no Campeonato Paulista e ainda não atingiu nem sequer 50% do preparo físico adequado para competir. "Não tenho dúvidas sobre o esquema que quero na equipe, mas talvez a situação me obrigue a escalar mais um zagueiro", diz Leão que, aliás, detesta falar de tática em termos de números como 4-4-2 ou 3-5-2. Segundo o treinador, somente um time mais agressivo no ataque poderá levar o São Paulo aos títulos tão desejados. "Mas, para que o mais ofensivo funcione, preciso que os meias voltem para marcar e eles não estão com condições físicas para isso", observa Leão. Outro fator que pode contar para que o São Paulo entre em campo nesta quinta-feira, no Morumbi, diante da Inter, com a defesa reforçada é a eficiência da equipe de Limeirano ataque: o time não vem de bons resultados, mas marcou cinco gols em duas partidas. "E é lógico que isso preocupa", confessa Leão. O técnico, no entanto, não descarta a possibilidade de usar dois esquemas diferentes durante a partida, como 3-5-2 no primeiro tempo e 4-4-2 no segundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.