Leão não abre mão de zagueiros

O técnico Emerson Leão não tem idéia de quais jogadores vai convocar no próximo mês para a Copa das Confederações, mas um setor, o único que vem agradando, está praticamente definido, a defesa. Lúcio e Edmílson têm sua total confiança, assim como Roque Júnior, que só não foi convocado para enfrentar o Peru por estar supenso. Os três deverão estar em todas as listas do treinador, para os jogos das eliminatórias e para a Copa América. Lúcio e Edmílson formarão uma zaga de "estrangeiros" na partida desta quarta-feira à noite, uma exceção na atual seleção, composta em sua grande maioria por jogadores que atuam no País. Além dos dois, apenas Vampeta defende uma equipe européia. O zagueiro que foi revelado no Internacional-RS está brilhando no Bayer Leverkusen, já marcou cinco gols na temporada e é ídolo na Alemanha. Os empresários garantem que logo ele receberá uma proposta para atuar num clube de ponta, como Milan ou Real Madrid. Edmílson adaptou-se muito bem na Europa. Atuando pelo Lyon, da França, que comprou seu passe no ano passado por R$ 10 milhões, ele se destacou e, no dia 29, receberá o prêmio da Associação Francesa de Futebol como melhor zagueiro do Campeonato Francês na temporada 2000-2001. "Eles dizem que é o Oscar do futebol na França", comemorou o atleta. O bom desempenho despertou o interesse do poderoso Barcelona, da Espanha. "Seria bom para a minha carreira", disse o jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.