Leão não é mais o treinador do Palmeiras

Emerson Leão não agüentou a pressão e deixou o cargo de treinador do Palmeiras. A decisão foi anunciada na manhã desta segunda-feira pela diretoria do clube, que lamentou o fato de perder um dos técnicos mais prestigiados do futebol brasileiro. O desgaste provocado pelos últimos maus resultados foram a gota d´água para a saída de Leão. No último sábado, o clube paulista sofreu a humilhação de ser goleado pelo Figueirense por 6 a 1, em Florianópolis, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.Para o lugar de Leão, os nomes mais cotados inicialmente são os de Toninho Cerezo, que acabou de sair do Guarani, e de Tite, técnico do Corinthians em 2004. Para a partida contra o São Paulo, nesta quarta-feira, no Palestra Itália, pela rodada de ida das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América, o treinador Marcelo Villar, do time B, deve comandar interinamente o Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.