Leão não vai ceder jogadores a clubes

O técnico da seleção brasileira, Émerson Leão, garantiu nesta sexta-feira, durante a convocação dos jogadores para os amistosos contra os Estados Unidos e México, que não vai liberar nenhum dos atletas por causa de pedidos de clubes. A final do primeiro turno do Campeonato Carioca será no mesmo período dos amistosos. Flamengo e Vasco, que têm quatro atletas na seleção, podem participar dessa decisão."Consultei o Departamento Jurídico da CBF e posso chamar três jogadores de cada clube", explicou. O técnico, porém, liberou Roberto Carlos e Rivaldo para atuarem no clássico espanhol, entre Real Madrid e Barcelona. Ambos podem ser chamados para a partida contra o México, para a qual pode ser feita nova lista.O treinador passou do discurso ofensivo à prática, ao incluir cinco atacantes - Romário, Christian, Edílson, Luizão e Euller - na primeira convocação do ano. Foram relacionados 18 jogadores para participar dos amistosos contra os Estados Unidos, no dia 3 de março, em Passadena, no estádio Rose Bowl, e com o México, no dia 7, na Cidade do México, no estádio Azteca. Outra inovação de Leão foi anunciar, com a lista, o provável time titular.A surpresa é a escalação de Christian, ex-Internacional-RS e atualmente no Paris Saint-Germain, antes esquecido, para formar o ataque ao lado de Romário. Ronaldinho Gaúcho foi deslocado para o meio-de-campo e Émerson retorna ao time, depois de longa contusão. Não há novidades nas outras posições.O goleiro é Rogério Ceni. Cafu e Silvinho são os laterais, enquanto Lúcio e Roque Júnior formam a zaga. Completam o meio-de-campo Vampeta e Juninho Paulista.Caso seja necessário fazer mudanças, o treinador contará com vários jogadores ofensivos, mas poucos substitutos para a defesa. "Para termos mais opções de ataque, abrimos mãos de outras coisas", explicou. Por sua versatilidade, Edmílson poderá substituir zagueiros, volantes ou laterais.O treinador da seleção acrescentou que, ao elaborar a lista, tentou manter a base da equipe do ano passado. Com poucas mudanças nas convocações, Leão espera armar, durante este ano, o time que disputará a Copa do Mundo de 2002, no Japão e na Coréia."Precisamos ter coerência ao chamar os jogadores porque não temos tempo", disse, em referência ao problema do calendário. "Sempre há a variação no dia-a-dia, mas a base será mantida."Os jogadores se apresentam e viajam no dia 28, quarta-feira de cinzas, o que provocou um alerta de Leão. "Espero que todos se resguardem no carnaval, respeitando um bom senso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.