Leão promove Filipi, lateral da base, enquanto espera reforços

Garoto será titular do time enquanto não chegarem os jogadores esperados pelo técnico, para o grupo

Martín Fernandez, O Estado de S. Paulo

12 de janeiro de 2008 | 17h36

O histórico de Emerson Leão no comando do time do Santos remete sempre revelação de jogadores (vide Diego e Robinho). Para esta sua volta ao clube, o primeiro garoto já escolhido: é Felipi, de 20 anos, que deverá ser o lateral-direito titular. O motivo não é só a qualidade do jogador, mas, principalmente, a carência de opções.O técnico admitiu que ainda precisa de alguém para a posição, mas negou que o time esteja atrás de Ruy (Figueirense), Maurinho (São Paulo, jogou o Brasileiro pelo Goiás) ou Coelho (Corinthians). "São três bons jogadores, mas nenhum dos três está na minha lista", desdenhou. Leão não esconde que seu desejo é contar com Souza, do São Paulo, mas sabe que o time tricolor dificilmente vai liberar o jogador.Denis, titular em alguns jogos do ano passado, voltou a ter problemas físicos e só deve estar pronto para jogar a partir do final de fevereiro. O contrato do jogador, porém, termina em maio. "Enquanto não contratarmos ninguém, vou apostar no menino da base", aceitou Leão.A zaga é que finalmente deixou de ser um problema para o Santos. O clube anunciou a renovação do contrato de Adailton, que chegou a estar fora dos planos de Leão. "Fico muito feliz de ficar mais um ano no Santos. Espero ajudar o time a conquistar a Libertadores", declarou o jogador à Radio Record, logo após renovar.Além de Adaílton, o Santos trouxe os defensores Evaldo e Betão. Por outro lado, deve negociar o zagueiro Marcelo com o Shakhtar Donetsk, que estaria oferecendo 3 milhões de euros para o jogador. Fabão, reprovado nos testes médicos, é aguardado na segunda no Cepraf (centro de recuperação de atletas do Santos). Leão disse ao jogador que espera contar com ele assim que estiver recuperado da lesão no tornozelo.Enquanto isso, o clube continua correndo atrás do trio são-paulino Hugo, Diego Tardelli e Souza. O gerente de Futebol Ilton José da Costa diz que aguarda apenas uma resposta do time tricolor. "Estou bastante otimista", declarou. O superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, já respondeu que acha "bastante improvável" que os três sigam para a Vila Belmiro. O Santos ainda tenta a contratação do atacante Éder Luís, que foi comandado por Leão no Atlético Mineiro.COLETIVONa manhã deste sábado, Leão comandou o time pela primeira vez, num coletivo entre titulares e reservas que durou uma hora (dois tempos de 30 minutos). O time titular jogou com Fábio Costa; Filipi, Betão, Evaldo e Kléber; Maldonado, Rodrigo Souto, Vitor Júnior e Rodrigo Tabata; Renatinho e Kléber Pereira e venceu por 2 a 0, gols de Kléber Pereira (de pênalti) e Rodrigo Tabata (em cobrança de falta), um em cada tempo.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCEmerson Leão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.