Leão reclama de árbitro e lamenta apatia do Corinthians

Como sempre, o técnico do Corinthians, Emerson Leão reclamou da arbitragem no clássico contra o São Paulo (onde foi derrotado por 3 a 1). Mas, desta vez, admitiu: ?Não fizemos uma boa performance, principalmente no primeiro tempo. Reconheço a derrota e dou os parabéns ao Muricy, que teve sorte e competência.? Leão lamentou a apatia do Corinthians na etapa inicial. ?Não chutamos uma bola no gol.? Para piorar, duas falhas da zaga propiciaram os gols ao São Paulo. ?Uma delas foi num chute despretensioso e a outra num balão que devíamos ter rifado a bola, e não tentado dominá-la?, disse o técnico, referindo-se primeiro ao goleiro Marcelo e depois ao zagueiro Marquinhos. Os comentários sobre sua própria equipe terminaram por aí. Durante a maior parte de sua entrevista coletiva, Leão reclamou da arbitragem, principalmente de um suposto pênalti não marcado sobre o volante Daniel, já aos 46 da etapa final. ?Se o juiz dá esse pênalti, poderíamos fazer 3 a 2 e ir com tudo para cima deles. Teríamos uns quatro minutos. Seria uma luta de gato contra rato, porque eles estavam acuados?, comparou o treinador. O técnico ficou uma fera também com a expulsão de Magrão, após falta em Leandro. ?Eu já o havia alertado de que isso poderia acontecer.? O volante, após o jogo, admitiu: ?Entrei forte mesmo. Fui na bola, mas não acertei.? No momento da expulsão, o Corinthians perdia por 3 a 0. ?Eles (são-paulinos) estavam fazendo muitos lances de efeito. Isso é antiético?, disse Magrão. Os gandulas também foram alvos de reclamações. ?Eles fizeram palhaçada com a gente. É por isso que são gandulas?, disse o volante Marcelo Mattos. Roger reclama da postura do timeAutor de quatro gols na vitória sobre o Rio Claro, quinta-feira passada, Roger ficou devendo neste domingo. O meia desperdiçou as principais chances criadas pelo Corinthians. E ainda saiu reclamando da postura da equipe. "Jogamos como time pequeno. Nosso ataque é melhor. Não podíamos jogar assim. Tínhamos que ir pra cima", disse Roger, na saída de campo para o intervalo.Após a partida, o meia reclamou ainda mais: "Faltou competência ao nosso time. Quando a gente perde assim, por mérito do adversário, é porque faltou competência pra gente. Não fomos bem Temos que admitir isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.