Leão reclama mais uma vez da arbitragem

O técnico do Santos, Emerson Leão, terminou o Campeonato Brasileiro como começou: reclamando das arbitragens. Neste domingo, à saída de São Januário, onde seu time empatou com o Vasco por 1 a 1, o treinador criticou a atuação de Alício Pena Júnior, de Minas Gerais. "Ele tirou dois jogadores do meu time (Alex e Elano foram expulsos), forçou a barra. Depois, foi suave com os do Vasco", acusou. Leão destacou o poder de reação da sua equipe, que conseguiu buscar o empate, no segundo tempo, mesmo atuando com 9 atletas. E disse que o Santos mostrou novamente ser um "clube de elite". "Estamos há dois anos no apogeu, campeões do Brasil em 2002 e vices agora, e ainda cedemos cinco atletas para a seleção brasileira Sub-23. Precisa falar mais?", afirmou.O técnico disse ainda que não teme perder o meia Diego para o futebol da Europa - o jogador tem proposta do inglês Tottenham. "Se pagarem o que o Santos pede, boa sorte para todos", disse Leão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.