Leão será cauteloso contra Guarani

Leão começa a decidir nesta segunda-feira, a partir das 16 horas, a escalação do time do São Paulo que enfrentará o Guarani na quarta-feira, às 21h45, em Campinas. A tendência é que, apesar da goleada por 6 a 0 sobre o Marília no sábado, ele volte a jogar com a postura mais defensiva, abdicando de atuar com dois meias.O meia Marco Antônio, que fez um gol de falta e acertou outra cobrança na trave do Marília, deve sair. Para o seu lugar, há duas opções: o zagueiro Alex, que formaria o esquema 3-5-2 com Fabão e Edcarlos, ou então o volante Alê, no 4-4-2, repetindo a escalação que trouxe um empate por dois gols de Buenos Aires contra o time do Quilmes. "O Guarani perdeu nessa rodada (4 a 1 para o Ituano) e isso é ruim para nós. Eles vão querer vencer", afirmou Leão.A preocupação aumenta com a ausência do uruguaio Diego Lugano, que cumpriu suspensão automática contra o Marília mas ficará fora das três próximas partidas - Guarani, Santo André e Portuguesa - por servir à seleção de seu país nas Eliminatórias para o Mundial de 2006.O técnico do São Paulo não se preocupa apenas com a qualidade dos adversários. Tem também dois problemas internos para superar na busca do título paulista: o elenco enxuto - são 27 jogadores, cinco deles goleiros - e o excesso de contusões musculares que tiraram Vélber, Fabão, Diego Tardelli em algumas partidas do campeonato, além de Luizão e Josué, que estão de fora no momento. Por isso, Leão tem poupado vários jogadores, evitando contusões. E feito de tudo para conseguir o máximo dos jogadores.Foi assim com Danilo e Grafite, dois atletas que começaram mal o semestre. Leão sempre os apoiou, mesmo quando tudo evidenciava que não jogavam bem. Conseguiu que Grafite se recuperasse e se tornasse o principal jogador do time e agora colhe os frutos de sua paciência com Danilo. "Eu terminei o ano muito contente com o Danilo, mas não dá para negar que ele começou mal esta temporada. Estava mais lento e errando muitos passes. Ele conseguiu se recuperar e está fazendo partidas muito boas", disse Leão.Cautela - Em relação a Marco Antônio, o técnico é mais cauteloso. O que é uma dica a mais de que não deve atuar contra o Guarani. "Havia muitos times interessados em conseguir o seu empréstimo este ano, mas não deixei. Ele é uma estrela em Recife, onde jogou pelo Náutico, mas está na hora de ser observado aqui. E já digo que não está pronto ainda. Tem muito a aprender e vamos continuar trabalhando para que renda muito."Com Marco Antônio, o técnico Leão pode estar conseguindo, enfim, uma opção a Rogério Ceni como cobrador de faltas. "Sempre gostei de cobrar faltas e faço isso desde o início da minha carreira nas categorias de base. Estou pronto para colaborar", diz o jogador, que pode ganhar seu segundo título estadual em seguida. Foi campeão pernambucano de 2004 pelo Náutico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.