Leão testa sua resistência à crise corintiana no Pacaembu

O Corinthians iniciou 2007 levando grande público ao Pacaembu e fazendo festa com a torcida. Neste sábado, dez jogos depois, o time volta a atuar em casa, mas sem a expectativa de estádio cheio e jogando sob pressão. Diante do Rio Branco, às 18h10, pelo Campeonato Paulista, não basta vencer. É necessário convencer, para retomar a confiança da torcida corintiana, abalada após três partidas sem vitória e, principalmente, pelo empate diante do desconhecido Pirambu, quarta-feira passada, na estréia na Copa do Brasil.O técnico Emerson Leão está ciente de que a cobrança por rendimento do time é visível. Não quer, porém, pressionar seus jogadores. A recomendação é calma e eficiência. ?Agora, temos de parar de só falar em vencer e realizar. Parar de pensar em goleadas, espetáculos e colocar os pés no chão, pois 1 a 0 é suficiente?, avisou o treinador.Mesmo vencendo neste sábado, o Corinthians, atualmente em oitavo lugar no Paulistão, não irá entrar no grupo dos quatro melhores, que avançarão às semifinais do campeonato. Mas ganhar bem significa recuperar um pouco do ânimo para a próxima semana, decisiva para as pretensões no semestre. Afinal, o time decide na quinta-feira a sua vaga na Copa do Brasil, recebendo o Pirambu no Pacaembu. E no domingo, faz o clássico com o Palmeiras. No Parque São Jorge, é forte o rumor que o fracasso nesses jogos podem provocar a saída de Leão.O treinador, entretanto, se mostra confiante. ?Começou a caça ao Leão. Agora, temos de saber se esconder na selva e esperar o momento certo para contra-atacar?, afirmou. ?Mas admito críticas.?Para melhorar a situação, o técnico fez um simples pedido aos jogadores: ?Ansiedade, precipitação provoca o erro. Repito muito as finalizações nos treinos para serem usadas no jogo. Fui goleiro e sei que, se baixar a cabeça e der porrada, fica fácil para quem defende. Espere dois segundos mais, olhe, que fará gol?, ensinou o treinador, preocupado com os gols perdidos pelo Corinthians nos últimos jogos.Desespero por pontosNa luta contra o rebaixamento, o Rio Branco tem um claro objetivo diante do Corinthians, no Pacaembu: conquistar um ponto. Na avaliação da comissão técnica, o empate seria valioso na campanha de recuperação do time, que perdeu as cinco primeiras partidas.?Já mostramos que temos condições de reagir e até mesmo de segurar o Corinthians?, diz o técnico RuyScarpino. Sob seu comando, o time conseguiu duas vitórias, sobre América e Guaratinguetá, mas ainda nãosaiu da zona do rebaixamento. Ocupa a 17.ª posição, com seis pontos.Ficha técnica:Corinthians x Rio BrancoCorinthians - Jean; Gustavo (Wilson ou Arce), Marinho e Betão; Marcos Tamandaré (Edson), Daniel, Marcelo Mattos, Willian e Wellington; Jean Carlos e Nilmar. Técnico: Emerson Leão.Rio Branco - Éder; Adriano Sella, Paulão, Marcelo Heleno e Ricardo; Felipe, Josias (Fábio Baiano),Leonel e Rafael Chorão; Leandro Love e Heraldo. Técnico: Ruy Scarpino.Árbitro - Rodrigo Martins Cintra. Horário - 18h10. Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.