Leão valoriza o esforço do Palmeiras

Apesar do susto, o Palmeiras conseguiu vencer o Paysandu por 5 a 3, nesta quarta-feira, no Palestra Itália. ?Valeu o esforço?, disse o técnico Emerson Leão. ?Erramos demais no primeiro tempo. E quando levamos o segundo gol, caiu a ficha da vergonha. Foi aí que corremos atrás e conseguimos o resultado.?Além de raça, a vitória teve participação ativa da torcida palmeirense que foi ao estádio. Primeiro, ela incentivou tanto Marcinho Guerreiro que o volante participou de dois gols e ainda foi preciso na defesa. Depois, os torcedores gritaram o nome de Pedrinho. Sem opção, Leão acatou o pedido, tirando Diego Souza no intervalo. E foi do meia os três passes para os três últimos gols do Palmeiras ?Foi lindo o apoio dos torcedores, fico muito feliz com o carinho deles?, disse o jogador.Novidade - Foi inaugurada nesta quarta-feira a quarta e última torre de iluminação do Palestra Itália. As três primeiras estavam operando desde agosto. Com o novo sistema, a diretoria do clube pretende economizar pouco mais de R$ 180 mil em conta de luz por ano. A implantação se deu em parceria com a Eletropaulo e a Philips. A potência agora é de 660 lux - antes, era de 230 lux.Durante a inauguração, o presidente Affonso Della Monica disse que a meta do clube é ficar entre os quatro primeiros do Brasileirão e se garantir na Libertadores. Se o título vier, é lucro. ?As grandes conquistas virão no próximo ano. Teremos um time forte para disputar títulos?, prometeu o dirigente. ?Os reforços virão.?Nesta quinta-feira, Della Monica viaja com o ex-presidente Mustafá Contursi para a Argentina. Eles entregarão a Julio Grondona, vice-presidente da Fifa, um dossiê para pedir que seja reconhecido como título mundial a conquista da Copa Rio de 1951, quando o Palmeiras bateu na decisão a italiana Juventus, no Maracanã.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2005 | 23h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.