Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Leco cogita salário acima do teto para renovar com Ganso

Presidente do São Paulo se mostra otimista com negociação

O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2016 | 13h40

O São Paulo negocia com o meia Ganso e renovação do contrato e para manter o vínculo com um dos destaque da equipe em 2016, admite até mesmo pagar acima do teto salarial de R$ 300 mil. Segundo o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, embora o contrato do camisa 10 vá até setembro de 2017, a diretoria quer antecipar as conversas para evitar possíveis prblemas.

 

"O São Paulo está em tratativas no sentido de renovar. Ele sabe que temos interesse. Não é um processo simples, ainda mais com um jogador do nível dele. Está andando e ele vai renovar contrato com o São Paulo, sim", disse o presidente do clube na noite desta segunda-feira em entrevista ao canal Fox Sports.

 

Revelado pelo Santos e contratado em agosto de 2012 pelo São Paulo, Ganso tem se destacado na atual temporada. O titular absoluto do técnico Edgardo Bauza conseguiu cumprir o objetivo do treinador de que o meia tinha que voltar a frequentar as convocações da seleção brasileira. O jogador apareceu entre os 40 nomes pré-selecionados para a Copa América Centenário, mas ficou fora da listagem final de 23 atletas.

 

No ano passado o jogador recebeu propostas do Orlando City, dos Estados Unidos, e neste ano foi sondado pelo Hebei Fortune, da China, concorrentes que não tiram do dirigente o otimismo com um acerto. "Acho que ele não quer jogar na China. É muito pessoal. O salário no São Paulo não é comparável com o da China, mas é muito digno e recompensa um bom profissional. Não está abaixo do teto, está praticamente no nível do teto. Eu vou aumentar", afirmou Leco.

 

O teto salarial do São Paulo é de atualmente R$ 300 mil, valor próximo do que recebe Ganso. Na renovação o jogador deve receber uma proposta acima desse valor para que continue no clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.