Cristina Quicler/AFP
Cristina Quicler/AFP

Leganés bate Sevilla e ajuda Getafe na briga por vaga na Liga dos Campeões

Equipe do técnico Mauricio Pellegrino fez 3 a 0 fora de casa e se garante na primeira divisão

Redação, Estadão Conteúdo

03 de maio de 2019 | 20h03

O Leganés derrotou o Sevilla por 3 a 0, no campo do adversário, nesta sexta-feira, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Espanhol. Com o resultado, o time visitante chegou aos 45 pontos e garantiu permanência na competição na próxima temporada. Após três derrotas nos últimos quatro jogos, a equipe da casa permaneceu com 55 pontos e complicou sua classificação para a Liga dos Campeões.

O Leganés abriu 2 a 0 nos primeiros 20 minutos de jogo. E com dois gols muito bonitos. O primeiro foi marcado pelo marroquino Youssef En-Nesyri, aos 8 minutos, com um lindo chute de pé esquerdo no ângulo superior direito do goleiro Vaclik.

Aos 20, os 32.797 torcedores que compareceram ao Estádio Ramón Sánchez Pizjuán foram premiados com mais um belo gol. O dinamarquês Martin Braithwaite recebeu cruzamento da direita, driblou a zaga adversária com um belo toque de peito e finalizou com estilo, sem chances para Vaclik.

Apesar da vantagem no placar, o Leganés permaneceu no ataque e teve chance de ampliar, mas deixou espaço para o Sevilla, que não aproveitou. Ainda havia tempo para mais um gol. Em jogada de todo o ataque, Oscar Rodriguez finalizou para marcar 3 a 0.

A vitória do Leganés ajudou o Getafe, que também soma 55 pontos e poderá abrir vantagem, neste domingo, quando recebe em seu estádio o Girona (17º colocado) e poderá alcançar os 58 pontos, ficando mais perto de uma sonhada vaga na Liga dos Campeões. Valencia (52 pontos), Athletic Bilbao (50) e Alavés (47) também estão na briga por um lugar na próxima Liga Europa.

As três primeiras colocações estão definidas. O Barcelona é o campeão antecipado, com 83 pontos, contra 74 pontos. O Real Madrid soma 65 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.