Lehmann é festejado na Alemanha e garante paz a Klinsmann

Após tantas críticas contra seu trabalho, o técnico da seleção alemã, Jürgen Klinsmann, agora só tem motivos para comemorar. E a razão tem um nome: Jens Lehman, goleiro do Arsenal. Depois de defender o pênalti cobrado por Riquelme no minuto final da semifinal de terça-feira pela Liga dos Campeões, o goleiro titular de Klinsmann para a Copa do Mundo foi elogiado por vários jornais e revistas na sua terra natal e na Inglaterra, fortalecendo assim a escolha do treinador e calando os críticos.?No futebol, a diferença entre o paraíso e o inferno está muito próxima?, desabafou o goleiro ao final da partida na Espanha. Chamado de Super Lehmann e Jensacional pela imprensa inglesa e alemã, o preferido de Klinsmann revelou como pegou a cobrança de Riquelme. ?Estive pensando, alguns dias antes do jogo, que Riquelme poderia bater um pênalti. Pensei também que a bola poderia ir no meu canto baixo esquerdo, baseado na maneira como ele bate na bola?, revelou Lehmann ao jornal alemão Bild.Com toda confiança, o goleiro alemão chegou a descartar uma dica de última hora do atacante francês Thierry Henry. ?Ele me deu um conselho antes da cobrança, mas eu ignorei?, confessou Lehmann, que estabeleceu um novo recorde na Liga do Campeões. O titular do Arsenal está há 746 minutos sem tomar gol, uma marca para calar todos os críticos, na Alemanha e no exterior, segundo a imprensa alemã.?A Inglaterra festeja o goleiro alemão? é a manchete do Tagesspiegel para quinta-feira e ?A Inglaterra festeja o Super-Mann Lehmann? mostrava o site sport1.de, säo alguns exemplos de apoio a Lehmann. Segundo a revista alemã Kicker, a atuação do goleiro já rendeu dividendos. O assistente-técnico de Klinsmann na seleção, Joachim Löw, declarou à revista que Lehmann näo deve fazer parte do grupo que viajará para a Sardenha (Itália), entre 16 e 21 de maio. ?Depois da final, dia 17, ele precisará de alguns dias para descansar e então seguir para Genebra", afirmou Löw.A seleção alemã vai para Genebra em 21 de maio e fica no hotel La Reserve até 30 do mesmo mês na preparação do grupo para a Copa do Mundo. A estréia no Mundial será no dia 9 de junho contra a Costa Rica, em Munique.

Agencia Estado,

26 de abril de 2006 | 12h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.