Lehmann tinha informações sobre os cobradores argentinos

O gerente de futebol da seleção alemã, Oliver Bierhoff, disse neste sábado que, pouco antes da cobrança de pênaltis, na partida entre Alemanha e Argentina, a comissão técnica alemã passou ao goleiro Jens Lehmann um pedaço de papel com os nomes dos batedores rivais e o lado que costumam escolher. "Como nós não sabíamos a ordem dos batedores, ele tinha de consultar o papel para saber como agir", disse Bierhoff. "Nós tínhamos um programa de informações bastante detalhado. Além disso, Lehmann assistiu a vídeos com todos os pênaltis cobrados pelos jogadores argentinos nos últimos dois anos, prestando atenção aos lados escolhidos".Na disputa desta sexta-feira, antes de cada cobrança Lehmann consultava o papel, discretamente guardado na meia de sua perna direita. No final, ele defendeu as penalidades de Ayala e Cambiasso, e acertou o canto das duas outras cobranças.A maior parte das informações foi compilada por Urs Siegenthaler, um suíço que foi contratado pessoalmente por Klinsmann - outra das decisões do treinador que foi muito criticada pela imprensa alemã."Nós fornecemos aos nossos jogadores informações individuais que podem ser úteis a eles. Falamos sobre jogadores específicos e procuramos mostrar como correm, que direção costumam escolher e o que normalmente fazem em determinadas situações", explicou Bierhoff.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.