Lei do Passe termina mesmo em março

Pelé obteve sua primeira vitória após a aproximação com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Em reunião encerrada há pouco em Brasília, representantes do governo, dirigentes de futebol e ex-jogadores decidiram que a Lei do Passe vai mesmo terminar e que deverá vigorar somente até o dia 26 de março, como estava previsto e desejava o ex-jogador. Em documento divulgado após o encontro, os dirigentes pedem a edição pelo governo de uma medida provisória ?que evite o caos no futebol brasileiro?, após a extinção do passe. A MP - que deverá ser apresentada pelo ministro dos Esportes, Carlos Melles - deverá proteger os clubes formadores de atletas. A proteção se daria, por exemplo, com o injeção de recursos nos clubes que tenham centros de formação de jogadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.