Arquivo/AE
Arquivo/AE

Lei obriga troca de relógio do centenário corintiano

Cidade Limpa faz clube do Parque São Jorge desligar o aparelho, que será trocado por outro menor

Agencia Estado

15 de outubro de 2009 | 21h08

O relógio instalado na sede social do Parque São Jorge não ficou nem um mês e meio em funcionamento. Nesta quinta-feira, ele já não marcava mais os dias para o centenário do Corinthians, que será comemorado no dia 1.º de setembro do ano que vem. O motivo foi a Lei Cidade Limpa, que vigora em São Paulo e regula o tamanho de objetos colocados em qualquer fachada do município.

Veja também:

linkJucilei destaca versatilidade como trunfo

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Inaugurado no dia 1.º do mês passado, o relógio contava não só os dias, mas também as horas, minutos e até segundos para o aniversário do centenário corintiano. No entanto, como terá de ser trocado por outro menor, dentro dos padrões da lei, o relógio foi desligado. A diretoria do Corinthians prometeu que já está providenciando a substituição.

APOSTA

Matías Defederico estava feliz em dobro nesta quinta: além da seleção argentina ter se garantido na Copa, o meia faturou R$ 200 de Dentinho. "Ele apostou que a Argentina não iria para a Copa e se deu mal", contou. Defederico acha que Maradona ainda pode ir ao Mundial, mas não demonstra muita esperança de estar na África do Sul. "É difícil, mas se eu jogar muito bem aqui...".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.