Leilão de troféu mobiliza Turim

A cidade de Turim está pasma. O troféu ganho pelo time da cidade, o Torino, pela conquista da Copa da Itália de 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, vai ser leiloado no próximo mês em Londres. Os torcedores descobriram o fato ao verem a taça anunciada em um catálogo da sessão de ofertas da famosa casa de leilões inglesa Christie?s para o dia 24 de setembro. No clube, ao se verificar a sala de troféus, descobriu-se, de fato, o sumiço da taça. As informações conseguidas são contraditórias. O que se sabe é que o troféu foi entregue à casa de leilões pelo ex-jogador Natalino Fossati que pretende ficar com o produto da venda. Fossati disse que recebeu o objeto em 1971, do então presidente do Torino, Orfeo Pianelli. Naquele ano o clube venceu novamente a Copa da Itália contra o Milan. O troféu foi levado para Gênova, palco da final, como um amuleto. Fossati, que participou da conquista, teria ficado com a taça de 43 por engano durante as comemorações. Consultado, o ex-presidente Pianelli, que atualmente mora na França, não se lembra do episódio e assegurou que as duas taças foram para a galeria do clube. Torcedores e dirigentes agora tentam recuperar o símbolo da época de ouro do clube. Os jogadores daqueles tempos conquistaram diversos êxitos e tiveram um fim trágico ao falecerem em um acidente aéreo em 1949. O atual presidente Moreno Martini vai falar com Fossati e com a Christie?s para tentar resolver o problema. O prefeito da cidade, Sergio Chiamparino, deu total apoio e sugeriu, inclusive, a realização de uma coleta com o povo e empresários para arrematar a taça, em última hipótese.

Agencia Estado,

15 Agosto 2002 | 13h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.