Franck Fife / AFP
Franck Fife / AFP

Lemar prega respeito da França à Argentina e diz que 'Messi ainda é Messi'

Atacante afirma que seleção francesa tentará fazer o melhor jogo possível, mas que também será bom vencer jogando mal

Estadão Conteúdo

28 Junho 2018 | 08h50

O meio-campista Thomas Lemar elogiou a seleção da Argentina, que vai enfrentar a França nas oitavas de final da Copa do Mundo, às 11 horas (de Brasília) deste sábado, em Kazan. Para o francês, a equipe comandada pelo técnico Didier Deschamps deve ter um cuidado especial com Lionel Messi.

+ 'Podemos e vamos vencer a Argentina', diz goleiro francês sobre duelo de campeões

+ Ex-jogadores se valem de suas experiências para ajudar seleções na Copa

"Messi ainda é Messi", resumiu Lemar em coletiva de imprensa concedida nesta quinta-feira, em Istra. "Argentina é uma das maiores nações futebolísticas do Mundo. É um país com jogadores incríveis e isso não é diferente nesta seleção. Eu gosto muito do estilo de jogo deles", afirmou o jogador.

Lemar foi titular no empate por 0 a 0 da França contra a Dinamarca, pela última rodada do Grupo C, no Estádio Luzhniki, em Moscou, na terça-feira. O resultado garantiu a primeira colocação da seleção francesa na chave, mas o meia admitiu que não foi uma partida agradável de assistir: "Foi um jogo difícil para todos e para mim também".

Antes do empate, a França vinha de duas vitórias na primeira fase, por 2 a 1 sobre a Austrália, no dia 16, em Kazan, e por 1 a 0 contra o Peru, na última quinta-feira, em Ecaterimburgo. O desempenho francês, porém, não é empolgante, mas Lemar valoriza a conquista de resultados.

 

"Esse jogo contra a Argentina pode ser um clique para nós. Mas, se não jogarmos bem e nos classificarmos, também vai ser bom. Nós sempre queremos fazer o melhor jogo possível, não importa o adversário. Vamos dar o melhor da gente para deixar nossos torcedores orgulhosos", afirmou o meio-campista.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.