Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Lenny rescinde com Palmeiras e admite: 'Fiquei devendo'

Atualmente no Figueirense, o atacante Lenny esteve no Palmeiras na manhã desta quinta-feira para assinar a rescisão do seu contrato com o clube. Após oficializar o fim do seu compromisso com o time, o jogador admitiu que deixou a desejar em sua passagem pela equipe que defendeu em apenas 57 jogos durante três anos, marcando apenas nove gols.

AE, Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 12h06

"Não é qualquer jogador que fica três anos em um mesmo clube. Sempre fui tratado com respeito, desde o porteiro até os dirigentes. O que me prejudicou foram as lesões. Queria ter tido a oportunidade de mostrar meu futebol. Quando tive uma sequência, no início de 2009, fui bem e marquei gols. Deixo o Palmeiras com o sentimento de que fiquei devendo alguma coisa, de que poderia ter feito mais pelo clube", admitiu Lenny, em entrevista ao site oficial do Palmeiras.

Depois de se despedir dos funcionários do Palmeiras, o jogador lembrou que não tem do que reclamar sobre a estrutura que o time lhe ofereceu. O atleta, porém, não conseguiu ter uma boa sequência na equipe palmeirense e ainda foi atrapalhado por lesões que o deixaram um ano sem atuar pela equipe.

"Mesmo com todas as lesões que eu tive, o Palmeiras sempre foi muito correto, honrou com todos os compromissos e me deu respaldo, desde os dirigentes até os médicos, fisiologistas e comissão técnica. Sempre me dei bem com todos. Queria muito retribuir de alguma maneira tudo o que o clube fez por mim. Mas agora que fiquei bom e poderia mostrar alguma coisa, surgiu essa proposta para sair. Por isso gostaria de agradecer a todos e principalmente aos torcedores. Muitos deles me apoiaram nos momentos de dificuldade, foram ao centro de treinamento e deram força para que eu não desistisse quando fiquei quase um ano sem jogar", reforçou Lenny.

E, apesar de não ter brilhado com a camisa palmeirense, o atacante disse ainda que espera receber uma nova oportunidade para defender o time do Palestra Itália no futuro. "Estou indo para um clube com grande estrutura, que tem uma torcida fanática, e vou fazer de tudo para mostrar o meu potencial. Mas deixo as portas abertas para um dia voltar ao Palmeiras. Ainda sou jovem e sei que deixei as portas abertas. Infelizmente, não queria ter saído assim. Queria ter mostrado meu futebol, ter tido uma sequência, para as pessoas avaliarem se eu fui bem ou mal. Mas o futebol é assim e espero que as coisas deem certo para mim e o Palmeiras", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasLennyFigueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.