Léo evita comentar erro nos cartões

O lateral-esquerdo Léo adotou a lei do silêncio, assim como Fabiano e Fábio Costa fizeram recentemente no Santos. Na manhã desta quinta-feira, horas depois de ter se envolvido em uma confusão com o árbitro Elvécio Zequetto, na partida de quarta-feira contra o Goiás, o jogador preferiu não comentar o fato de ter recebido dois cartões amarelos no mesmo jogo. "Não vou falar, vou esperar os acontecimentos", disse, temendo ser punido pelo STJD.Momentos antes, porém, Léo responder com bom humor se de fato tinha recebido dois cartões amarelos no mesmo jogo. "Se ele tivesse outro, me daria o terceiro", afirmou o lateral.A postura cautelosa de Léo tem uma justificativa. Ainda em campo, depois de ganhar o segundo cartão amarelo, o atleta esbravejou. "Me expulsa, me expulsa, está com medo?", gritou para o árbitro. O lateral, na verdade, esperava o cartão vermelho e se surpreendeu. "Se me punirem, vou fazer o quê? Não vou desmentir o que falei", acrescentou.Na verdade, Elvécio Zequetto fez uma enorme confusão. Ao aplicar o primeiro cartão amarelo, trocou Léo por Jerri. Os dois tem a mesma estatura, o mesmo porte físico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.