José Luís da Conceição/AE
José Luís da Conceição/AE

Léo Lima prevê luta acirrada por vaga no São Paulo

Jogador prefere atuar no setor de criação da equipe e diz que não gosta mais de ser chamado de 'bad-boy'

AE, Agencia Estado

08 de janeiro de 2010 | 12h41

Um dos reforços do São Paulo para 2010, o meio-campista Léo Lima afirmou nesta sexta-feira que seu primeiro objetivo no novo clube será conquistar a condição de titular. O jogador, que disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Goiás, acredita que a disputa por uma vaga no time será acirrada.

"Primeiro é lutar para ser titular e depois tentar se manter na equipe", afirmou Léo Lima, que prefere ser escalado no setor de criação do São Paulo. "Prefiro jogar como meia-atacante, foi assim que fiz um bom campeonato pelo Goiás. Mas não tenho problema em jogar de segundo volante, se o Ricardo [Gomes, técnico do São Paulo] preferir assim".

No São Paulo, Léo Lima espera se firmar e permanecer por um longo período no clube. Entre 2005 e 2009, ele passou por Santos, Grêmio, Flamengo, Palmeiras, Vasco e Goiás. "Queria ficar um bom tempo no clube e o são Paulo me ofereceu isso", explicou Léo Lima, que assinou contrato por três anos.

O meio-campista garantiu que a fama de jogador problemático não tem relação com o seu estilo. "Gostava [de ser chamado de bad boy] quando era mais novo. Esse apelido não tem relação comigo, hoje eu mudei bastante e esse fama não condiz mais comigo", disse.

Apesar de repetir o discurso de que o principal sonho é conquistar o título da Libertadores, Léo Lima prometeu que o São Paulo vai valorizar as outras competições. "O São Paulo entra para ganhar todas competições. O Paulistão serve pra entrosar, mas nós queremos o título também", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCLéo Lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.