Leo Moura não quer escolher adversário nas semifinais

Já classificado para as semifinais da Taça Guanabara com a primeira colocação do Grupo 1, tudo que o Flamengo pode fazer na última rodada do primeiro turno é ajudar a definir o confronto da outra semifinal. Adversário no domingo, o Resende briga contra o Nova Iguaçu pela segunda vaga da chave no mata-mata. Do outro lado, Fluminense e Botafogo decidem quem fica em primeiro e foge do clássico. Para Leo Moura, o Flamengo tem que encarar quem vier pela frente.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 16h17

"Não temos de escolher adversário. Independente de ser Botafogo ou Fluminense, temos de pensar no adversário que vai entrar em campo querendo vencer. Mas vamos entrar forte para chegar na final, que é nosso objetivo, e garantir pelo menos os primeiros seis meses com títulos", almejou o lateral-direito.

Leo Moura ainda negou que o Resende possa ser um fantasma para o Flamengo. Em 2009, foi o time resendense que eliminou os rubro-negros nas semifinais da Taça Guanabara daquele ano.

"Não tem nem o que pensar no passado. Temos que viver o presente, que é totalmente diferente. A gente respeita porque fez uma boa campanha e busca uma vaga nas semifinais como o Flamengo", disse o lateral, que estava presente naquele jogo.

Mesmo já classificado, Luxemburgo não deve poupar o time em Macaé. Mudanças apenas no esquema tático - o 3-5-2 deverá ser testado. O provável Flamengo tem: Felipe; Jean, Ronaldo Angelim e David; Leo Moura, Fernando, Willians, Thiago Neves, Ronaldinho e Renato; Deivid.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.