Divulgação
Divulgação

Léo Moura desiste de fechar com o Vasco e irrita Eurico Miranda

'Agora nem de graça', afirma mandatário após recuo do jogador

Estadão Conteúdo

22 de junho de 2015 | 20h31

O anúncio da contratação de Léo Moura pelo Vasco só serviu para semear discórdia. Primeiro entre torcedores do Flamengo, que se sentiram traídos pelo ídolo do clube, depois com a diretoria do próprio cruzmaltino. Isso porque na tarde desta segunda-feira, pouco tempo depois de Eurico Miranda anunciar o acordo com o lateral-direito, o negócio foi desfeito.

"Temos que deixar bem claro que o Vasco não procurou o Léo Moura. Se teve pressão de A, B ou C, isso não é problema meu. Agora nem de graça ele vem para o Vasco. Não sei tratar as coisas dessa forma", esbravejou Eurico, em entrevista à Rádio Tupi. "O sujeito faz, pede e assume compromisso, depois diz que tem pressão da tia, da torcida e de sei lá quem. Em nenhuma hipótese ele joga mais no Vasco."

O acordo entre as partes era apenas verbal, e Léo Moura teria se irritado com o anúncio de sua contratação pelo Vasco. Horas após Eurico Miranda declarar que o jogador estava acertado com o clube e gerar uma enxurrada de críticas de torcedores do Flamengo, a mulher de Léo Moura publicou um desabafo numa rede social em que dava a entender que o negócio poderia não acontecer - e, de fato, não aconteceu.

Eurico insistiu mais de uma vez que foi Léo Moura quem procurou o Vasco e criticou o que chamou de "falta de compromisso" do lateral. "Ele procurou diversas pessoas no Vasco, entre elas o Paulo Angioni (gerente de futebol), querendo ver se viabilizava vir para o Vasco. Ele havia ligado algumas vezes para o José Luis Moreira, que ficou encarregado de conversar, e o senhor Léo Moura esteve na casa do Zé Luis", relatou Eurico, citando o vice-presidente de futebol do clube.

"(O Léo Moura) acertou as bases salariais para vir para o Vasco, em cima do pedido reiterado que ele fez. Como vice de futebol, o Zé Luis passou para mim, e estou habituado a lidar da seguinte maneira: assumido compromisso, compromisso assumido", continuou o dirigente, dizendo que foi por isso que anunciou a contratação do jogador pela manhã.

TÉCNICO

Se a contratação de Léo Moura não se confirmou, a do técnico Celso Roth já está concretizada. Na tarde desta segunda-feira, o treinador participou da primeira atividade em São Januário. Ele conversou com os jogadores por cerca de 20 minutos no gramado. Depois, Paulo Paixão, o novo preparador físico, comandou atividades físicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.