Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Léo Moura revela pacto no Grêmio por liderança de grupo na Copa Libertadores

Lateral-direito vê cobrança interna do elenco por boa classificação geral na fase de mata-mata

Estadão Conteúdo

30 de abril de 2018 | 22h14

O Grêmio realizou nesta segunda-feira, em Porto Alegre, o seu único treinamento visando a partida contra o Cerro Porteño, do Paraguai, nesta terça, na Arena Grêmio, pela quarta rodada do Grupo A da Copa Libertadores. Uma das novidades da atividade foi o lateral-direito Léo Moura, que revelou um pacto dos jogadores na competição continental.

+ Botafogo marca nos acréscimos e vence os reservas do Grêmio

+ Renato Gaúcho lamenta derrota e diz que Grêmio não largou o Brasileiro

+ Confira a tabela da Libertadores

"Temos este pacto de terminar em primeiro lugar no grupo, se possível terminando em primeiro geral. Temos nos cobrado para isso, é um jogo-chave. Se a gente puder vencer, dá uma credibilidade maior para o jogo fora contra o Monagas e a gente definir logo a classificação. É o jogo essencial para que a gente consiga firmar este pacto que a gente colocou para conquistar esta sequência de vitórias e terminar em primeiro. Depois, pegamos duas equipes menores", comentou o lateral-direito.

Por conta do atraso no retorno do Rio de Janeiro, onde perdeu no último sábado para o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, o treino de domingo foi cancelado, restando apenas o desta segunda-feira para os titulares, que foram poupados. O que já se sabe é que o zagueiro Paulo Miranda desfalca a equipe por, no mínimo, três semanas. O jogador teve confirmada uma lesão grau 2 no ombro e, após os 20 dias estimados de tratamento, ainda precisará de um tempo para recuperar a parte física.

Por outro lado, embora o time não tenha sido divulgado pelo técnico Renato Gaúcho, o argentino Kannemann tem condições de jogo. Depois de sofrer um corte no supercílio no jogo contra o Goiás, na última quarta-feira, em Goiânia, pela Copa do Brasil, o zagueiro atuará com uma touca de proteção para evitar novo sangramento no local.

Pode-se dizer que a grande novidade no treinamento foi Douglas. Já liberado pelo departamento médico, o meia agora depende da finalização dos trabalhos físicos e da recuperação da melhor forma técnica para, aos poucos, voltar ao ritmo de jogo.

O time que deverá começar jogando contra o Cerro Porteño é: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Arthur, Ramiro, Luan e Everton; Jael.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.